domingo, 30 de janeiro de 2011

Direto do Túnel do Tempo (1991) : O solo de Jon Bon Jovi.


Bon Jovi anuncia uma nova parada
(Janeiro de 2011)


Conforme temos acompanhado, dia 27 de janeiro os fãs Bon Jovi receberam a fatídica noticia, anunciada na Revista Rolling Stones pelo baterista da Banda Tico torres, que a banda passaria por mais uma nova separação e férias devido a exaustidão e cansaço de seus integrantes que permanecem desde fevereiro de 2010 em turnê pelo álbum “The Circle”,que trouxe a banda consecutivos sucessosm como a 1º posição no Bilboard , considerada a turnê mais lucrativa de 2010, e prémios como o recebido no “EMA” de banda mais influente no mundo do Rock.


Depoimentos como a do vocalista Jon Bon Jovi, de que estaria cansado e a confirmação deste no elenco do novo “New Year's Eve”, além de algumas declarações assumidas do guitarrista, Richie Sambora, de que estaria entusiasmadissimo com a possiblidade de gravar um novo trabalho solo, vinham trazendo previsões do que o Baterista, Tico Torres, anunciaria em 27 de janeiro: Mais pausa do Bon Jovi.
Album "Keep the Faith"Marca do Retorno em 1992
Mas tal anuncio, que desanimou a maioria dos Fãs da Banda seria assim tão fatídico? Afinal a banda mantém uma longevidade e sucesso, não alcançada por muitos de seus colegas do Hard Rock , muito auxiliada por estas paradas, que mantém o individualismo de cada compontente, a presença do Bon Jovi na mídia e principalmente a união da banda que está a cada ano mais forte, afinal a convivência humana já não é simples, e se considerada com a convivência de 4 rapazes que passam semanas longe dos seus entes e vidas particulares, perdendo aniversários de filhos, companhia de namoradas e esposas, e momentos de lazer para apenas olharem para cara de seus parceiros cada dia mais exaustos e desanimados por este mau-lado da fama.Não podemos esquecer também os supreendentes lançamentos dos álbuns “Keep the Faith”(1992) e “Crush”(1999). Será que eles seriam tão aclamados e esperados se não fossem marcas de retornos e viradas de fases da Banda?

Album "Crush"Marca do Retorno em 1999
Se voltarmos ao tempo e considermos as paradas que a grande banda teve no caminho, verifcaremos os resultados positivos de tal descanso. Tal anúncio foi presenciado em por muito dos fãs no fim da Turnê These Days em meados de 1996 e a seguir pudemos acompanhar o lançamento de dois ótimos álbuns solos como “Destination Anywhere” de Jon Bon Jovi e “Undiscovered Soul” de Richie Sambora , além do desempenho de Tico Torres nas artes plásticas e o Sucesso de David Bryan nos palcos da Brodway,conhecendo assim o trabalho de cada integrante de forma mais intimista e independente. Foi uma parada tranquila,combinada e consciente. Se a analisarmos tal parada e a compararmos com o término da banda não anunciado e precipitado em 1990, no fim da turnê New Jersey, veremos o quanto esta foi positiva e menos traumatizante.Quem acompanhou e assistiu o documentário “We were só Beautiful” lançado junto com o cd The circle pode conferir o depoimento dos integrantes referente a exaustão e traumas causados pela grande quantidade de shows feitos durante a primeira fase da banda, que obteve por resultado a volta dos integrantes as suas casas sem ao menos despedirem- se e conversarem sobre futuros projetos.De acordo com o documentário, a volta do Bon Jovi só foi possivél devido a força de vontade de não desistência por parte do Jon e dos integrantes daquele lindo sonho chamado “ Bon Jovi” e também de auxílio de psicologos que os acompanharam durante a volta da banda.

Considerando a análise sobre separações da banda, vamos voltar ao “Túnel do Tempo” e acompanharmos o primeiro lançamento solo de Jon Bon Jovi, que deixou os fãs em 1991 totalmente alarmados e não muito confiantes na volta da banda. Ao contrário de nós que não somos mais “Marinheiros” de primeira viagem e conhecemos nossos meninos de forma mais profunda, tendo assim a certeza absoluta de que eles não nós abandonarão e a hora de aposentaria deles está longe de chegar.

Por Reca Silva


Segue matéria publicada na revista juvenil “Capricho” em Março de 1991:

O solo de Jon Bon Jovi



A legião de fãs do grupo Hard Rock Bon Jovi está com o disco “Jovem demais para morrer” - Trilha do bang – bang “Young Guns II” - atravessado na garganta. Ao mesmo tempo que de delicia com o Hit “Blaze of Glory” lamenta que a banda, assim como os mocinhos do filme, ainda é nova demais para acabar. O disco vai muito bem, obrigado, mas marca a partida para a carreira solo do vocalista Jon.

Blaze of Glory
(primeiro solo de Jon)
Sempre que perguntado sobre a separação, o cantor e compositor desconversa e fiz que seu novo trabalho não significa necessarriamente o fim do Bon Jovi. É bem verdade que os Talking Heads e os Rolling Stones resistiram bravamente as escapulidas de seus integrantes, mas não é para qualquer um. Não raro, o equilibrio do conjunto acaba irremedialvente prejudicado, principalmente quando o cara que sai é “o cara” e até nome do grupo, como no caso de Jon Bon Jovi.

Ele nasceu em 2 de Março de 1962, filho de um militar da marinha que montou um salão de barbeiro e de uma aspirante a coelhinha da playboy. Quando garoto,franzino e mau aluno, arrumou muitas brigas pelas ruas de New Jersey , local onde nasceu. Sua vida começou a mudar quando descobriu o “Rock do Led Zeppelin” aos 13 anos. “As pessoas acham que eu já nasci de óculos escuros e uma Fender Stratocaster pendurada no pescoço “ diz se referindo a guitarra que chegou a arranhar em suas primeiras aventuras musicais com o grupo “The Rest” , do qual fez parte antes de montar sua própria banda.

O sucesso começou a sorrir para o descendente de italianos quando montou o Bon Jovi no inverno de 81. De lá para cá foram 20 milhões de cópias vendidas de seus LPs , uma média de 250 shows em cada um dos três anos e milhares de fãs que o transformaram em um verdadeiro Sex Symbol, como ficou claro na passagem do grupo pelo brasil, no começo do ano passado.


Fonte Revista Capricho - março de 1991
Matéria encontrada no arquivo de Reca Silva

Um comentário:

Fernanda disse...

Rê! Muito bom seu artigo. Vou divulgar na campanha pra acalentar os corações dos fãs, inclusive e principalmente o meu!

Bjovis

Fe